15/10/2012

sobre contos de fadas e heróis

eles existem mesmo!

e confirma-se esta certeza quando se conhecem pessoas que põe a sua vida diariamente em risco pelos outros.
Não é que não tenhamos, todos nós, a vida diariamente em risco.

Todos os dias a ganhamos e perdemos um pouco. É assim que se constrói o verbo Viver, do modo "ser feliz".

Mas há pessoas que o fazem de forma mesmo consciente. OU... porque querem mesmo [que isto da consciência tem muito que se lhe diga]. Não sei se é porque sabem que são muito fortes e têm poderes para o fazer, se é porque acreditam que vale a pena lutar pela vida dos outros e fazê-la prevalecer mesmo em relação à sua .... ou se por outra qualquer razão.

E o que me faz dizer isto?

... eles saltaram de pára quedas  naquele país que eu nunca tinha ouvido falar que era um pais (e depois de saber o que se lá passa, fico com dúvidas que tenha direito a esse nome), foram ter com as duas mulheres que iam salvar (eram aquelas duas por terem nascido noutro país e estarem ali em trabalho, ao serviço do pais onde nasceram). Lutaram contra os problemas de consciência de quem sabe que na aldeia a 100 km as pessoa tinham sido dizimadas e de quem sabe também que os "maus" vinham na direcção da aldeia onde estavam ... e de quem compreende que as mulheres tenham criado laços com as pessoas da aldeia e as quisessem salvar... e de quem as tem de convencer que: ou iam as duas ou todos morreriam.
Elas foram... com todas as suas preocupações, medos,angustias... e com eles...andaram 4 dias no meio do mato, em alerta.
Depois ... um helicóptero veio e levou-as para onde os medos não existiam e o conforto chegou quando se soube que todos na aldeia tinham sobrevivido. Porquê?
Isso há-de ser historia para outra história.

Esta fica-se com este final feliz e com heróis que são super!

2 comentários:

Momi disse...

E há uma fada na minha fada na minha casa. Chama-se Elsa :)

Elsa* disse...

... eu acho que há três e um príncipe.:)